Tipo: CURA

Santo:Maria Santíssima Data:Março de 1858 Local: Lourdes - França

Título :Cura Instantânea do Olho de Louiz Bouriette

No dia 2 de fevereiro de 1858, o velho Louiz Bouriette trabalha como empreiteiro numa pedreira, na comarca da própria Lourdes. Acidentalmente, por uma explosão, perde o olho direiro. Perda total da substância do olho. Lesões profundas ao redor.
Sem dúvidas impressionado pelo surgimento da água que brotava no dia anterior, até hoje, junto à gruta de Massabielle, Louiz Bouriette estava convencido de que aquela água seria sinal de curas milagrosas e que Nossa Senhora alcançaria precisamente a recuperação do olho que ele havia perdido um mês antes. Pediu à filha que lhe trouxesse um pouco daquela água.
A filha trouxe-lhe àgua ainda turva. Louiz Bouriette com ajuda da filha banhou o local onde estivera seu olho direito... E o recuperou instantâneamente!
E a "marca", tão típica da griffe Lourdes: "Alias, a cura milagrosa não havia feito desaparecer (completamente) os sinais profundos, nem as cicatrizes (antes) terríveis ocasionadas pelo acidente, de modo que todos podiam verificar o milagre" naqueles restos ou "marca.

Fonte:Os Milagres e a Ciência - Pe. Oscar G. Quevedo, SJ - pag. 340 - Edições Loyola - Ano 2000; Lassere, Henri, Notre-Dame, Paris, 1869. Tradução de Melgar, Francisco, "Nuestra Señora de Lourdes", Madrid Librería de D. Miguel Olamendi, s.d.